Fernando de Noronha Photo by @ana.marmo Ana Holske Marmo

Fernando de Noronha

O que fazer em Fernando de Noronha! Piscinas Naturais, mergulho e lindas praias!

Fotos by Ana Holske Marmo  www.facebook.com/AnaMarmoPhotography   @ana.marmo

English version coming up!

Dois Irmãos, Baía dos Porcos. Fernando de Noronha. Photo by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Dois Irmãos, Baía dos Porcos. Fernando de Noronha. Photo by Ana Holske Marmo @ana.marmo

Ahh Fernando de Noronha… quem nunca sonhou em ir para lá? Até mesmo os mais desgostosos por praia e natureza ficam boquiabertos quando dão de cara com o visual.

Praias paradisíacas, trilhas aventureiras, descanso e muita emoção. Tem para todos os gostos. Até mesmo para o nosso filho de quatro anos de idade que simplesmente chorava toda vez que voltávamos para a pousada

Então vamos ao que interessa:

Planejando a viagem:

É bom planejar com muita antecedência, principalmente se você tem família e gostaria de ficar em um lugar legal. Pois as pousadas costumam estar sempre lotadas e os voos mais caros se comprados em cima da hora. Até mesmo com antecedência as passagens aéreas custam alto. Ficamos quatro dias por lá. Mais os dias dos voos. Somaram seis dias de viagem no total. O que é perfeitamente suficiente para curtir Noronha mas é claro que sempre queremos ficar mais.

Reservamos duas estadias com o Professor Samuel, um mini flat conjunto de sua própria casa, que possuía fogão, pia, louça, ar condicionado, TV a cabo e banheiro próprio. Mas acreditem, nem todas as moradias por lá são assim. Depois reservamos mais duas noites na Pousada da Ângela. Ambos lugares decentes e proprietários super atenciosos. Recomendo! Mas também existem muitas opções nos sites específicos em hotéis (Booking.com e trivago). Somente ficar atento à economia de água. Pois de sete em sete dias o fornecimento de água é liberado para o enchimento das caixas de água e tanto os locais quanto os visitantes tem que se virar com essa água armazenada para sete dias. Em algumas pousadas a água é cortada para economia durante o dia

Como chegar lá:

Apenas as Companhias aéreas Gol e Azul voam para FEN Aeroporto de Fernando de Noronha, a partir de Recife e Natal. Então se você é como nós e mora longe terá um longo caminho pela frente. Somos de Florianópolis e resolvemos ir de Azul, empresa que o meu marido trabalha. Fizemos conexão em Campinas, Viracopos e depois seguimos via Recife. Dependendo do horário do voo da conexão você poderá chegar lá apenas no outro dia. Então é bom planejar bem quantos dias você irá querer passar em Noronha.

Companhia Aérea Voo Destino Partida Frequência Aeronave
Gol G3-1158 Recife 12:19hs Domingo Boeing 737-700
Azul AD-2961 Recife 12:33hs Diária ATR 72
Azul AD-2701 Recife 14:55hs Diária Embraer 195
Gol G3-1799 Recife 15:35hs Diária Boeing 737-700
Azul AD-2732 Natal (via Recife) 16:38hs Diária ATR 72

Bom, passando essa parte dos voos, conexões e aeroportos (o que é muito cansativo) você finalmente aterrizou no paraíso. Entrando na área do desembarque, mesmo antes de recolher as malas, você chega em um salão com balcões que se assemelha a uma espécie de imigração (para quem já andou aí por fora do país). Na verdade é o recolhimento da Taxa de Preservação (vulgo taxa de permanência) em Fernando de Noronha. Seu valor é de R$ 43,20  e após o décimo dia de permanência ela aumenta. Você pode pagar a taxa online através do site http://www.noronha.pe.gov.br  e fugir da fila.

Pousando em Fernando de Noronha. Foto By Ana Holske Marmo @ana.marmo

O que fazer em Noronha?

Saindo do aeroporto até a nossa moradia gastamos em média R$ 25 no táxi. Os motoristas não trabalham com taxímetro, os valores são feitos em comum acordo entre eles…então é meio caro mesmo. Mas descobrimos que tudo em Noronha é caro. Ex.: um suco de caixa custa quase nove reais. Na corrida do Taxi, o motorista muito simpático já nos deu algumas explicações sobre Noronha, onde ir e o que fazer. Aliás, todos que moram em Noronha são muito cordiais e prestativos.

Bom… chegamos na moradia quase fim de tarde e perguntamos para o Professor o que poderíamos fazer aquela hora. Ele nos levou até o Forte de Nossa Senhora dos Remédios onde pudemos nos deliciar com a vista mais maravilhosa (na minha opinião) de Noronha.

Vista de Noronha do Forte de Nossa Senhora dos Rmédios
Vista de Noronha do Forte de Nossa Senhora dos Remédios. View from Fort Nossa Senhora dos Remédios. Foto by Ana Holske Marmo  @ana.marmo (Pic 2)

O Morro do Pico pode ser observado em praticamente quase todas as partes da ilha. Na parte de trás, segundo os locais, nota-se um N formado pela própria natureza e na parte da frente a formação das rochas se assemelha a um gorila. Lá ao longe pode-se ver duas formações rochosas no mar. Chamam-se Dois Irmãos (ou seios da Fafá de Belém como dizem os locais) e é considerado o cartão postal de Fernando de Noronha.

Do Forte descemos para a Praia do Cachorro, uma pequena faixa de areia com um barzinho no canto e ondas muito boas para os surfistas. Andamos pela extensão de areia e chegamos na próxima praia, a Praia do Meio também com ótimas ondas para os surfistas e um visual fantástico para o pôr-do-sol no morro do pico, que fica na próxima praia, a Praia da Conceição. Entre a Praia do Meio e a Praia da Conceição fica o Bar do Meio onde o pessoal se reúne para tirar fotos do pôr-do-sol, beber uma cerveja e ouvir música ao vivo.

Bar do Meio. Entre a Praia do Meio e Praia da Conceição
Bar do Meio. Entre a Praia do Meio e Praia da Conceição. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo  (Pic 3)
Pôr do Sol na Praia da Conceição em Fernando de Noronha. Foto por Ana Holske Marmo
Pôr do Sol na Praia da Conceição em Fernando de Noronha. Sunset at Conceição Beach.  Foto por Ana Holske Marmo @ana.marmo (Pic 4)

Após o pôr-do-sol voltamos a pé para a moradia do Professor e no meio do caminho nosso filho querido não aguentou mais tanta caminhada e pediu colo. Tadinho ele aguentou o quanto foi possível para um menino de apenas quatro anos. Era hora então de repensar o que iríamos fazer no dia seguinte. Comparamos os preços dos passeios, que custam entre R$100 a R$160 por pessoa (sendo que criança de quatro anos não paga), com os preços dos buggys. Na ilha o grande meio de locomoção é o buggy, pelas condições das estradas que levam até as praias. A diária do buggy é em torno de R$200 e ainda ficaríamos mais a vontade com o nosso filho, caso se cansasse no meio do dia. Optamos por alugar o buggy nos primeiros dois dias para conhecer todas as praias.

Para alugar recomendo fazer uma reserva com antecedência pois rodamos muito atrás de um buggy livre. É extremamente difícil alugar um de última hora. Ok! Buggy em mãos partimos para a praia do Sancho, que é considerada a mais bonita do Brasil. (Com razão! E isso que somos de Florianópolis)

Praia do Sancho, Fernando de Noronha. Considerada a praia mais bonita do Brasil. Sancho Beach, Fernando de Noronha considered the most beautiful beach of Brazil. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo.
Praia do Sancho, Fernando de Noronha. Considerada a praia mais bonita do Brasil. Sancho Beach, Fernando de Noronha considered the most beautiful beach of Brazil. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo  (Pic 7)

Para visitar a maioria das praias em Fernando de Noronha deve-se pagar uma taxa/ingresso que custa R$78 para brasileiros e o dobro para estrangeiros, vale por 10 dias. É um cartão com um código de barras que é validado nas catracas das principais praias de Noronha. Sem ele a entrada é barrada.

Chegando na Praia do Sancho um calçadão de madeira leva até o alto do Mirante da Baía do Sancho  onde pode-se observar a vista da foto acima. O acesso até a praia é feito através de uma escada no meio de uma fenda nas pedras. São dezesseis degraus no meio da fenda e mais uma escadaria nas pedras até a praia. A visão da fenda assusta um pouco, mas lembre-se de que estávamos lá com o nosso filho de quatro anos e ele desceu tudo numa boa!

Escada de acesso à Praia do Sancho, Fernando de Noronha. Steps that leads to access Sancho Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Escada de acesso à Praia do Sancho, Fernando de Noronha. Steps that leads to access Sancho Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo  (Pic 8 )

Outra forma de acessar a Praia do Sancho, se você sentir dificuldades na fenda, é por barco. Os passeios chamados Ilha Tour e dos Golfinhos levam à Baía do Sancho para mergulho. Simplesmente incrível. Água cristalina onde você pode enxergar o próprio pé e nadar com os peixinhos.

Na parte da tarde fomos até a Praia do Leão. Um lugar impressionante pela beleza e solidão que me passou. Já na chegada podemos observar e tirar fotos de cima. Aliás o que mais me chamou a atenção em Fernando de Noronha é que a Ilha em si está situada no topo e quando chegamos em qualquer praia temos que descer o morro, o que nos proporciona um visual emocionante e panorâmico de cima das praias.

No canto da Praia do Leão podemos observar muitas pedras azul acinzentadas (mas não tentem levar nenhuma para casa porque o pessoal do aeroporto é treinado para revistar malas atrás de pedras, plantas ou qualquer ser vivo no Raio x), nosso filho tentou levar uma pedrinha minúscula azulada para mostrar aos amiguinhos da escola, mas foi negado. No canto direito da praia, as tartarugas marinhas desovam em determinadas épocas do ano e o Projeto TAMAR cuida muito bem delas por lá. Já conhecemos o projeto aqui em Florianópolis.

Praia do Leão, Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Praia do Leão, Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo

Após a visita à Praia do Leão, ainda passamos no Porto para admirar o Por-do-Sol de lá. A vista é espetacular e vale a pena conferir!

Vista do Por-do-sol no Porto de Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Vista do Por-do-sol no Porto de Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo

Dormimos cedo, aliás todos os dias não passamos das 20 hs, e, é claro acordávamos muito cedo também. No dia seguinte fomos para a praia do Sueste fazer mergulho. Lá podemos nadar com as tartarugas e diversos peixes. A extensão da praia é pequena e é ideal para famílias. Colete e máscara de mergulho são obrigatórios.

Mergulho na praia do Sueste, Fernando de Noronha. Foto By Ana Holske Marmo @ana.marmo
Mergulho na praia do Sueste, Fernando de Noronha. Foto By Ana Holske Marmo @ana.marmo

Na parte da tarde fizemos a trilha que leva para a Praia do Abreus. Muita atenção agora. Algumas praias de Noronha como Abreus e Atalaia deve-se agendar a visita (e muitas vezes é difícil porque depende da maré e número de visitantes, grupos de dezesseis pessoas) e a permanência não dura mais do que trinta minutos.

Em Abreus tem uma piscina natural nas pedras que varia de acordo com uma maré, a visitação é agendada conforme acima mencionado e é obrigatório o uso de colete e máscara de mergulho. A intenção da visita é apenas mergulhar para observar os peixes. Na nossa visitação tinha até um filhote de tubarão que ficou preso na piscina natural quando a maré encheu.  A trilha do Abreus dura cerca de 30 minutos, é aconselhado o uso de tênis e tem um muro de pedras onde se desce apoiando em cordas soltas. A primeira vista assusta, mas lembrem-se novamente que estávamos com nosso filho pequeno e ele desceu o muro de pedras com muita coragem!

Piscina natural no Abreus, Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Piscina natural no Abreus, Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Descida da trilha do Abreus, Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Descida da trilha do Abreus, Fernando de Noronha. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo

Após a trilha do Abreus ainda sobrou pique para admirar o pôr-do-sol da Praia da Cacimba do Padre, a onda mais desejada pelos surfistas no Brasil. Onde acontece campeonatos de surf e onde fica o cartão postal de Fernando de Noronha, o morro Dois Irmãos. No verão as ondas podem chegar a cinco metros e é uma das poucos praias de Noronha que tem um restaurante a beira-mar.

Pôr-do-sol na praia Cacimba do Padre, Fernando de Noronha. Sunset at Cacimba do Padre Beach Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Pôr-do-sol na praia Cacimba do Padre, Fernando de Noronha. Sunset at Cacimba do Padre Beach Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Pôr-do-sol na praia Cacimba do Padre, Fernando de Noronha. Com vista para o Morro Dois Irmãos Sunset at Cacimba do Padre Beach Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Pôr-do-sol na praia Cacimba do Padre, Fernando de Noronha. Com vista para o Morro Dois Irmãos. Sunset at Cacimba do Padre Beach Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo

Para variar as 19 horas já estávamos dormindo. No dia seguinte acordamos com muita disposição para fazer o passeio dos Golfinhos. O passeio se inicia as 07:30 da manhã em um barco da empresa prestadora do serviço (há várias na ilha), fizemos com a Blue. Foi ótimo, nosso filho adorou o passeio de barco onde pudemos admirar e fotografar o arquipélago de fora. Passeamos pelas ilhas secundárias e vimos os Golfinhos se alimentarem perto da costa. O passeio literalmente percorre a ilha toda desde o porto até a Ponta da Sapata e depois nos deixa a vontade para mergulhar na Baía de Sancho. O passeio foi incrível voltamos para a pousada com muitas fotos e bem cansados.

Na parte da tarde visitamos a Praia do Atalaia. Muita atenção aqui pois esta visitação precisa ser agendada. Percorremos a trilha curta com duração de trinta minutos, por causa do nosso filho é claro, no entanto também há uma trilha longa que leva até o Atalaia e ela dura quatro horas. Essa fica para a próxima! (Detalhe que fiz a trilha com o dedo do pé quebrado!) Colete e máscara para mergulho também são obrigatórios. Os coletes são obrigatórios para impedir que os visitantes toquem o solo e os corais contribuindo para a preservação da piscina natural. Duas voluntárias do ICMbio de Fernando de Noronha monitoram o lugar.

Mergulho na Praia do Atalaia, Fernando de Noronha. Diving at Atalaia Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Mergulho na Praia do Atalaia, Fernando de Noronha. Diving at Atalaia Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Praia do Atalaia, Fernando de Noronha. Atalaia Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Praia do Atalaia, Fernando de Noronha. Atalaia Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Piscinas naturais na Praia do Atalaia, Fernando de Noronha. Atalaia Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo
Piscinas naturais na Praia do Atalaia, Fernando de Noronha. Atalaia Beach. Foto by Ana Holske Marmo @ana.marmo

Aliás, tudo em Fernando de Noronha é muito bem preservado e cuidado pelos projetos ICMbio e TAMAR. Estão de parabéns!

Há somente um posto de gasolina em Fernando de Noronha e a gasolina é caríssima. Tem um banco Santander perto da Praia do Cachorro e uma lotérica onde é possível sacar dinheiro da Caixa Econômica Federal na Vila dos Remédios. Restaurantes e bares também se encontram alí.

Se alguém tiver mais sugestões de outras praias e lugares legais para ir em Fernando de Noronha deixe o seu comentário!

Please follow and like us:

4 opiniões sobre “Fernando de Noronha”

    1. Olá Victor! Realmente uma trip para Fernando de Noronha pode pesar no bolso. O que sai mais caro são as passagens aéreas, então fique atento ás caronas que você pode pedir para os voos da FAB e passagens promocionais. Existem muitas pousadas e até quartos nas casas dos locais que você pode alugar e gastar um pouco menos. Muitas vezes disponibilizam até cozinha para que você possa improvisar um almoço e janta sem gastar muito. Qualquer outra dúvida é só me perguntar que ficarei feliz em responder!
      Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *