Gestantes no avião! @ana.marmo

Viajando grávida? Veja aqui as restrições!

Restrições das Cias Aéreas para gestantes! Vai viajar e está grávida? Confira aqui! Dicas para o embarque tranquilo das grávidas!
Gestantes no avião! grávida @ana.marmo
Gestantes no avião! Embarque de mulher grávida @ana.marmo

A propósito sou eu mesma grávida na foto!!

Se você é gestante e vai viajar de avião, precisa seguir algumas regras que as empresas aéreas impõem. Apenas algumas medidas de precaução que isentam as mesmas de qualquer responsabilidade. Eu mesma já voei várias vezes estando grávida e deu tudo certo! Fique atenta as dicas abaixo para não passar por nenhum sufoco na hora do embarque!

Até 27 semanas de gestação não há restrições para viajar de avião. A gestante deve apenas informar ao funcionário de terra durante o check in que está grávida, este então irá lhe dar um formulário para preencher com os dados pessoais e quantas semanas de gestação está no momento do voo. Este formulário é passado para a comissária Chefe de Equipe e Comandante da Aeronave.  Se a sua gravidez é de risco, melhor conversar com o seu obstetra para ver se não haverá complicações a bordo.

Se você ultrapassou as 27 semanas de gestação e está entre 28 a 36 semanas, precisará de um atestado médico do seu obstetra (atestando que você está apta a viajar de avião e não está em uma gravidez de risco) para apresentar ao funcionário de terra da empresa aérea na hora do check in. Junto ao seu atestado, deve também preencher o formulário de gestante e entregar para a comissária Chefe de Equipe do voo.

A partir de 36 semanas de gestação, a gestante apenas será permitida viajar de avião acompanhada do seu obstetra e em casos de emergência. Para não haver risco de parto a bordo.

A gestante tem que levar em conta quantas semanas de gestação ela estará no voo de volta. Pois o atestado médico vale por apenas 10 dias e você poderá passar um sufoco na hora do embarque.

Seja realista e reveja a real necessidade da sua viagem de avião, se for apenas a passeio repense a situação pois inúmeras complicações podem ocorrer a bordo de um avião. Leve em conta que a pressurização do avião faz mal ao bebê, aumenta o risco de trombose e surgimento de varizes. De repente vale a pena esperar um pouco e curtir a trip com o bebê no colo (já que bebê de 0 a 2 anos não paga passagem).

A pressurização do avião traz alguns prejuízos para o ser humano e mais ainda para um feto. Mas estes prejuízos, é claro, são mais frequentes nas pessoas que viajam muito de voo. Não é a toa que as tripulantes ao descobrirem a gravidez devem sair imediatamente da sua escala de voos e entrar com auxílio doença e licença maternidade (foi o meu caso).

Mas se tiver que viajar de qualquer jeito, a gestante deve tomar alguns cuidados durante o voo. Beber muitos líquidos, caminhar um pouco pela cabine para ativar a circulação e uso de meias elásticas de compressão. Converse com o seu médico.

Tomando todas essas medidas não terá problema algum. Sente, relaxe e boa viagem!

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *